• FaceBook
  • Instagram

Tel: (75) 3024.9108

Rua São Domingos, 341
Feira De Santana, BA 

atendimento@seunutricionista.com

© 2018 por SeuNutricionista.

Aumente a produção de DOPAMINA naturalmente e seja mais vivo(a) do que nunca!

Ficar mais saudável parece não ser uma tarefa fácil, principalmente para pessoas que sempre conviveram com maus hábitos. Existe uma busca por prazer em realizar qualquer tipo de atividade, inclusive exercício físico. A questão é que os grupos que necessitam iniciar-se na vida saudável não tem esse sentimento de alegria e satisfação para executar o treino com vigor, muito se pode melhorar com a estimulação de um neurotransmissor chamado Dopamina. Ela é produzida, principalmente, numa região do cérebro denominada substância negra e sintetizada por meio da ativação de uma enzima chamada tirosina hidroxilase. Bom, mas a questão é: Em que a Dopamina interfere?


  1. Regulação do humor e estresse, lógico que para melhor, afinal de estresse já basta a fila do banco.

  2. Controle de funções motoras, que compreende a força, tônus muscular, marcha, postura, reflexos, tom de voz, fala e muito mais.

  3. Estimulação da memória e comportamentos relativos a raciocínio, sendo essencial para estudantes .

  4. Concentração, altamente essencial no processo de aprendizagem.

  5. Funções mentais como atenção, sensação, percepção, orientação, consciência, pensamentos, etc.

  6. Apetite. Sentir fome pode não ser tão simples, a dopamina em baixa produção pode aumentar a ansiedade e consequentemente a necessidade de comer vorazmente para suprir uma necessidade psicológica.

  7. Sono, este neurotransmissor em baixa produção pode provocar a tão conhecida insônia e reduzir o rendimento nos treinos, trabalho e estudos.

  8. Libido, vários estudos têm demonstrado a íntima relação da dopamina com o desejo sexual.


Em resumo a Dopamina é produzida em maior parte nos momentos em que sentimos prazer, entretanto, não é preciso recorrer ao uso de açúcar, comida, sexo, drogas, ser altamente competitivo ou alimentar vícios para elevar a dopamina em nosso organismo. Se é um neurotransmissor natural, pode também ser estimulada de forma natural, escolhendo os alimentos certos e praticando um bom estilo de vida. Agora vamos pontuar como essa produção pode ser estimulada, lembrando que as dicas aqui são ditas em uma amplitude orgânica geral e não deve ser levada ao pé da letra por pessoas que possuem qualquer tipo de patologia, deve-se também consultar seu nutricionista para retirar dúvidas.


  1. Alimentos como banana, cacau (chocolate sem açúcar), amêndoas, café sem açúcar, folhas verdes, maçã, açafrão, chá verde, aveia, etc.

  2. Exercício físico, fundamental para todos nós que queremos estar com a dopamina lá em cima, mesmo que não haja prazer imediatamente e muitas vezes até dificuldades, seja persistente e continue tentando. Chegará uma hora em que esse neurotransmissor não te deixará faltar um dia do esporte que escolher!

  3. Meditação, essencial para uma boa qualidade cognitiva. Existe um pensamento indiano que diz que somos todos casas com quatro cômodos, um físico, um mental, um emocional e um espiritual. A maioria de nós tende a viver em um cômodo na maior parte do tempo; contudo, se não entrarmos em cada um desses cômodos todos os dias , mesmo que seja só para arejá-lo, não seremos pessoas completas.

  4. Dedicação financeira, muito importante para a sua satisfação como pessoa é dedicar-se a um trabalho para conseguir colher bons frutos. Evitando estresse e momentos de angústia por não estar recebendo o que tanto espera. Movimente-se e confie em seu potencial, se queremos mais é o nosso dever aumentar nossa dedicação e assim teremos dopamina o suficiente como uma excelente e natural forma de pagamento.

  5. Suplementação, esta pode ser realizada através de fórmulas ou suplementos que tem em sua composição vitaminas e minerais essenciais para ativar a produção e ativação neuronal deste neurotransmissor. Evite utilizar dicas da internet e também consulte seu nutricionista para maiores esclarecimentos.

  6. Beber água em boa quantidade é essencial para que nosso organismo tenha potencial suficiente para trabalhar os nutrientes ingeridos na alimentação e modificar nosso humor para melhor. Não quero que tente essa experiência, mas se ficar dois dias sem beber líquidos vai entender do que estou falando!

  7. Evite bebida alcoólica e tabagismo. Essas drogas reduzem a vitalidade dos órgãos mais importantes do corpo: pulmão, coração, rins e fígado.

  8. Sorria muito, alimente as coisas positivas da vida e seja grato(a).


Bom, vejo que já falamos o essencial, se ainda restar dúvidas pode me enviar um e-mail.

JAYME ASSUNÇÃO
NUTRICIONISTA
CRN 11090


191 visualizações