Os impactos da procrastinação na saúde do ser humano.

Atualizado: 16 de Fev de 2020

A insatisfação com o estado físico, mental ou espiritual exige de cada um de nós uma busca contínua por evolução, assim busca-se um profissional apto para colaborar com esse desejo de melhorar-se. No caso eu, nutricionista, cuido da alimentação e impulsiono prática de exercícios para potencializar a produção de massa muscular, hormônios do bem-estar e o desenvolvimento de um novo estilo de vida para que não haja interrupções neste processo de evoluir, sendo este essencial para uma qualidade de vida e longevidade saudável e feliz do ser humano. Contudo, observo que existe uma grande parcela de indivíduos que por motivos pessoais ou profissionais abandonam o seu projeto de saúde, retornando depois do algum tempo para recomeçar.


Após este entendimento, do que é procrastinação, podemos citar pelo menos 10 impactos desde comportamento na saúde do ser humano:

  1. Risco aumentado para obesidade e patologias relacionadas.

  2. Desenvolvimento de limitações para memória, raciocínio e bom humor.

  3. Surgimento ou agravamento de insônia e ansiedade.

  4. Sensação de que poderia ter feito melhor, aumentando a produção de cortisol e potencializando o stress.

  5. Risco de compulsão alimentar, baixa do sistema imunológico, redução de tecido muscular e até depressão.

  6. Redução da atenção, principalmente para estudos e leituras em geral.

  7. Falta de tempo, principalmente com aumento de distrações.

  8. Inutilidade de metas.

  9. Desenvolvimento de procrastinação crônica. Pesquisadores apontam que é uma estratégia emocional para lidar com o estresse, e pode levar a problemas significativos nos relacionamentos, na profissão, nas finanças e na saúde.

  10. Sujeito contagiar pessoas próximas com todos os impactos anteriores.


É também importante entendermos que preguiça é diferente de procrastinação. O primeiro é revelada pela demora, dificuldade, lentidão ou reclamação para executar alguma atividade, seja ela física ou mental. Já a procrastinação é o negligenciamento das atividades, ou seja, quando uma tarefa não recebe a devida atenção e a importância que deveria, sendo deixada de lado para a execução de outras com menor importância e maior facilidade. Frases como: "está chovendo", "amanhã eu começo", "eu não consigo" devem ser evitadas.